Tua vizinha!

"Eu sei que beber não resolve os meus problemas, mas ajuda a dar risada de todos eles."

Anónimo perguntou: Damn homie you are adorable

ugly:

“Não sei o que está acontecendo comigo, diz a paciente para o psiquiatra. Ela sabe. Não sei se gosto mesmo da minha namorada, diz um amigo para outro. Ele sabe. Não sei se quero continuar com a vida que tenho, pensamos em silêncio. Sabemos, sim. Sabemos tudo o que sentimos porque algo dentro de nós grita. Tentamos abafar esse grito com conversas tolas, elucubrações, esoterismo, leituras dinâmicas, namoros virtuais, mas não importa o método que iremos utilizar para procurar uma verdade que se encaixe em nossos planos: será infrutífero. A verdade já está dentro, a verdade se impõe, fala mais alto que nós, ela grita. Sabemos se amamos ou não alguém, mesmo que esteja escrito que é um amor que não serve, que nos rejeita, um amor que não vai resultar em nada. Costumamos desviar esse amor para outro amor, um amor aceitável, fácil, sereno. Podemos dar todas as provas ao mundo de que não amamos uma pessoa e amamos outra, mas sabemos, lá dentro, quem é que está no controle. A verdade grita. Provoca febre, salta aos olhos, desenvolve úlceras. Nosso corpo é a casa da verdade, lá de dentro vêm todas as informações que passarão por uma triagem particular: algumas verdades a gente deixa sair, outras a gente aprisiona e finge esquecer. Mas há uma verdade única: ninguém tem dúvida sobre si mesmo. Podemos passar anos nos dedicando a um emprego sabendo que ele não nos trará recompensa emocional. Podemos conviver com uma pessoa mesmo sabendo que ela não merece confiança. Fazemos essas escolhas por serem as mais sensatas ou práticas, mas nem sempre elas estão de acordo com os gritos de dentro, aquelas vozes que dizem: vá por este caminho, se preferir, mas você nasceu para o caminho oposto. Até mesmo a felicidade, tão propagada, pode ser uma opção contrária ao que intimamente desejamos. Você cumpre o ritual todinho, faz tudo como o esperado, e é feliz, puxa, como é feliz. E o grito lá dentro: mas você não queria ser feliz, queria viver! Eu não sei se teria coragem de jogar tudo para o alto. Sabe. Eu não sei por que sou assim. Sabe.”

—   Martha Medeiros.  (via segredou)

(Fonte: quoteiros, via segredou)

“Olhe pra sua namorada. Agora responda: Quantas caras você acha que ficariam com ela ? Quantos você acha que ficam encantados com aquele sorriso que só ela tem? Devem ter vários, né? Você não sabe quem são, mas existem. E apesar disso, ela encontrou você. Na verdade, ela te escolheu. É, você! Que não é nenhum príncipe, cheio de falhas e imperfeições. E mesmo assim, ela insiste em te chamar de “amor”, de “perfeito”. Muito boba, né? Ela te ama assim, exatamente do jeito que você é, imperfeito. Agora, eu te pergunto: tem dado valor? Muitos invejam você e estão só de olho, esperando seu primeiro vacilo para atacar. E aí, amigo, vai esperar para vê-la nos braços de outro? Sorrindo das piadas de outro? Fazendo um cafuné em outro? Bate até uma pequena raiva só de imaginar, né? Agora vai lá, dá um beijo nela e diz que a ama. Liga só pra saber como ele está. Dê valor enquanto tem, porque quando perder amigo, só vai sobrar arrependimento.”

—   Jorge e Mateus. (via reaprendeu)

(Fonte: p-oetizarei, via reaprendeu)

“Sentir falta é diferente de sentir saudade. A saudade bate, agonia, estremece. A falta congela, chora, entristece. A saudade é a certeza que a pessoa vai voltar. A falta, é o querer ter de volta, mas saber que não vai ter.”

—   Tati Bernardi.   (via apagou)

(Fonte: renascido, via apagou)

“Se eu perdoaria uma traição? Claro! Meu coração é nobre e sempre há perdão nele. Eu diria: “Amor, eu te perdoo”. Depois juntaria minhas coisas e nunca mais apareceria, mas eu perdoei, tá? Acho que não existe nada pior do que uma traição. Se dedicar, se entregar, amar a alguém e esse alguém te trair. “A carne é fraca”, justifica. A carne é fraca, mas eu sou forte e não mereço alguém assim do meu lado. Tudo bem que há os modernos que vivem em relacionamentos abertos. Se eu acredito em relacionamento aberto? Acredito! Relacionamento aberto, aberto ao fracasso, aberto ao fim, aberto a mágoa, aberto a toda falta de reciprocidade e dignidade sentimental que se possa imaginar. Afinal, o que é mesmo amar? É escolher uma pessoa entre milhões de especies disponíveis no mundo e elegê-la ao cargo máximo de estar única e exclusivamente ao seu lado. Se é pra ficar comigo e com mais todo mundo que aparecer na reta, eu prefiro ficar só! Em uma traição não importam os motivos de quem traiu, mas a dor de quem foi traído. Se traiu porque sentiu-se atraído, sinto muito, mas eu não sabia que estava namorando um imã que atrai tudo e todos, portanto, controle-se! Se traiu porque passou a gostar de outra pessoa, lamento, mas você não é nenhum líder religioso que é obrigado a amar a humanidade e, se fosse, isso excluiria o contato sexual. Traição não é oportunidade, nem escolha, é caráter “Caráter é uma linha reta, não faz curvas”. E se você gosta de andar em círculos, ande sozinho. Faça um exercício: toda vez que sentir vontade de trair, lave uma privada, pra você lembrar que toda traição termina assim: em merda. E no amor não basta apenas dar a descarga! A questão não é ter tudo, é escolher alguém e fazer dar certo. E se você não está disposto a ficar com uma pessoa só, sinto muito te informar, mas o seu destino é morrer sozinho.”

—   Tati Bernardi (via pqp-coracao)

O coração devia servir pra bombear o sangue e só.

(Fonte: the-real-hip-hop, via cha-chama-os-muleke)

Tom..

Imagino que não queira falar comigo, como sempre. Mas hoje eu estou tão triste, tão triste.. Me deu uma saudade de você. E você foi a melhor coisa que me aconteceu, sabe disso. Não queria que a gente tivesse se afastado, não queria que estivéssemos assim, eu sinto tua falta, sinto muito a sua falta. Me perdoa por tudo que eu fiz. Acho que não era pra ser né?! Mas tudo que aconteceu, cada coisa que eu te falei foi de verdade, cada palavra que te falei foi de verdade, eu realmente gostava de você, gosto ainda! Nem sei porque estou te escrevendo, afinal não nos falamos mais. Mas hoje me bateu uma saudade daquela bem filha da puta mesmo! Talvez você não leia nem o começo. Pode parecer idiota, mas ainda espero pelo dia que a gente vai se entender, eu vou te dar um abraço e tudo vai estar resolvido! Eu tenho esperanças de ter algo contigo um dia. Devo desacreditar nessas esperanças? Devo continuar com elas? Esperanças idiotas, lá no fundo algo me diz que devo desistir, você não se importa com ninguém a não ser você mesmo. Você só queria sexo comigo, me convenço disso a cada dia que passa.. Mesmo eu achando que tínhamos algo legal! Eu nunca quis que as coisas tivessem acontecido daquele jeito meu anjo, você sabe disso. Mas se nos afastamos foi por um bom motivo né?! Acredito que Deus quis assim! Lembro como se fosse hoje da primeira vez que a gente se viu, na casa do Léo, você parecia ser tão tímido, foi se soltando e deu no que deu. Creio que começamos tudo errado, continuamos errado e o final foi pior ainda! Mas eu continuo orando por ti, sempre! Peço pra Deus cuidar de ti, peço pra que ele não te deixe sofrer, peço que ele te faça encontrar alguém que te mereça de verdade, porque você merece tudo de bom. Parece que sua vida está melhor sem mim! Realmente sinto sua falta, nunca vou esquecer nossa amizade, o modo como já fomos um dia, te conhecer me fez muito bem, não sei se devo falar que te amo e que eu nunca vou esquecer as vezes que você foi na minha casa e me fez sentir uma mulher, mesmo sendo uma garotinha! Devo dizer isso? Talvez seja melhor não. Não escrevi isso tudo com intuito de você voltar a falar comigo, voltar pra minha vida. Escrevi porque deu saudade de tudo e queria que você estivesse aqui neste momento… Mas vontade da e passa né ? 😔😔
Lembra quando eu disse que gostava de você e isso acabava comigo ? Tem dias que eu sinto que isso nunca vai passar, essa saudade, esse desejo de ter você comigo, essa vontade louca de sentir seu corpo colado no meu… Não sei o que você tem de diferente, mas eu já te procurei em tantos corpos, nenhum deles pode me dar o que você dava! E não pense que eu gostava de você só por causa de sexo viu, era por isso sim : confesso! Mas eu gostava de poder te contar da minha vida, gostava da atenção que me dava, parecia se importar comigo, eu te contava tudo, lembra das nossas conversas? Como eu me divertia contigo.. Aquele tempo foi uns dos melhores da minha vida. Apesar das consequências negativas acho que valeu a pena sim! Sei lá, o que aconteceu com a gente ? Por que tem algo em mim que não deixa desistir ?
Você parece estar tão bem, sua vida já voltou ao normal.. E eu fico aqui, tentando reviver algo que nunca vai existir. Eu só preciso de uma conversa sensata contigo pra ter certeza que eu nunca fui nada pra você e que é um erro ficar correndo atrás.. Só isso!

(Fonte: suposta-p0etica, via involuntus)

“Eu sinto a vodca percorrer as minhas veias e adentrar o meu cérebro, este é o primeiro texto que escrevo bêbada, ou levemente alterada, minhas pupilas andam tão dormentes, meus obstáculos não tonaram-se ultrapassáveis, eu cantei tantas músicas que hoje já não tenho voz, e meu timbre eu abandonei, queria ter a voz de Adele, a delicadeza, o som de um silvo, o pormenor de um tordo. sorry my baby, mas não há coerência em minhas palavras, eu te disse que me tornaria uma puta, que pegaria todos e mais um pouco, desculpa se hoje já não choro mais por ti, se meus lábios percorrem outros corpo, mas teu adeus me tornou este pedaço de desilusão, esta pedra que apenas se pinta de forma abstrata para se afogar em um mar de futilidade, parabéns a vocês que se amam, pois hoje eu só tenho uma garrafa adulterada e um baseado mal enrolado.”

—   Secretária da Morte.  (via escritor-a)

(Fonte: secretaria-da-morte, via escritor-a)